Você está sentindo os efeitos da menopausa piorarem?

Se não quisermos que a menopausa nos afete em excesso o melhor é pedir conselhos aos especialistas. Eles saberão nos indicar quais opções seguir para levar essa etapa da melhor maneira possível.

Aceitemos: a menopausa é uma etapa que causa muito medo entre as mulheres. Os homens podem não entender esse medo pois podem ter uma vida sexual plena e ativa até o último dia de suas vidas.

Em contrapartida, você, como mulher, enfrenta certas limitações, porque sua vida sexual pode apresentar alguns incômodos a partir dos 50 anos.

Com toda a informação que há sobre as mudanças hormonais e os temas relacionados com isso, o raro seria não se assustar. Porém, é preciso se lembrar de algo: você pode ter uma vida mais ou menos normal depois da menopausa. Às vezes, nós mesmas somos quem pioramos esses efeitos.

Não se deixe levar pelos rumores que dizem que tudo fica pior na menopausa. A seguir compartilharemos algumas respostas para evitar agravar as coisas.

Alguns fatores que podem piorar os efeitos da sua menopausa são:

1. Você está se automedicando

Quem pode culpá-la? Começamos a sentir calores e o mais compreensível é escutar conselhos das pessoas. A Sociedade Norte-americana da Menopausa fez uma pesquisa recente sobre essa situação, destacando que cerca de 53% das mulheres submetidas ao estudo disseram ter tentado de tudo.

ondas-de-calor-menopausa

Vitaminas, suplementos de ervas, acupuntura e massagem são opções pra ajudar com os calores, ansiedade, dor, fadiga e outros sintomas da menopausa que causam problemas. Em sua maioria eram tratamentos naturais ou alternativos.

Porém, há um problema: é difícil saber exatamente o que estamos tomando. O motivo é que estes suplementos normalmente não são regulados da forma correta.

Quando você usa apenas produtos 100% naturais, não há risco, mas se usa algum tipo de suplemento, pode ocorrer alguma complicação.

Isso não quer dizer que os remédios naturais não podem controlar as ondas de calor. O problema é que você pode usar produtos que contenham químicos que você não está considerando, ou desconhece.

Se você pensa em usar algum tipo de remédio natural é importante que sempre se assegure de que os ingredientes sejam completamente naturais. Para isso, não há nada como adquirir as ervas diretamente no supermercado. Podem ser frescas ou secas, inclusive podemos plantar nossas próprias sementes em alguns casos.

2. Você não está seguindo as recomendações básicas

Quanto tempo você dorme por noite? Quanta água tem bebido? Qual é o seu nível de estresse nesse momento?

Não há nada inovador nas recomendações gerais: comer frutas e vegetais, dormir o suficiente e ter tempo para relaxar são apenas algumas delas. Seguir estes conselhos pode reduzir drasticamente a gravidade dos sintomas da menopausa.

bons-habitos-na-menopausa

Se você está chegando na idade em que a menopausa se faz presente, deveria começar a se preparar. Procure chegar no seu peso ideal e permaneça alerta aos sintomas. Quando eles aparecerem, consulte seu médico e pergunte quais passos deve seguir.

Algumas mulheres sentem vergonha, ou acreditam que seu médico simplesmente lhes receitará hormônios. A verdade é que há mais opções do que isso. Talvez o médico recomende aumentar o consumo de certos alimentos ou dormir mais.

Siga todas as recomendações de seu médico especialista. Pense que nunca é tarde para ter uma vida mais ativa e uma alimentação melhor. Se até agora você deixou a atividade física de lado, comece dando passeios de 30 a 40 minutos em um parque perto da sua casa ou na praia. Logo poderá se inscrever em alguma aula de dança.

Para a dieta, nada como frutas e vegetais naturais. Aposte nos produtos mais básicos:

  • Iogurte natural
  • Vegetais de temporada (alguns você mesma pode cultivar se tiver um espaço pra isso)
  • Frutas de temporada
  • Grãos e cereais integrais (aveia, amaranto, etc.)

3. Você ão procura alternativas

Você é das pessoas que desconfiam dos tratamentos para diminuir os calores da menopausa? Nesse caso, deve saber que a terapia hormonal é a melhor ferramenta para aliviar esse sintoma.

Vale a pena falar com seu médico. Ele irá avaliá-la de forma individual para explicar como você poderá ficar mais tranquila durante esse período.

Porém, as alternativas não acabam aí. Você sempre pode procurar segundas opiniões se acredita que o tratamento de seu médico é muito agressivo.

Também pode experimentar outras alternativa como a meditação ou a iogaque demonstraram ser de grande ajuda para estabilizar o corpo.

4. Você está renunciando ao sexo

sexo-e-menopausa

Onde está escrito que o sexo depois da menopausa tem que acabar? Agora que os filhos já cresceram e vivem fora de casa, é o momento de retomar a sexualidade com seu parceiro. Não há ninguém que os limite. Só estarão vocês dois em casa, sempre.

É importante lembrar que manter relações sexuais na menopausa é possível e pode ser tão gratificante quanto sempre foi. Inclusive talvez até mais.

Agora você não terá mais que se preocupar com coisas como gravidez indesejada e a comunicação com seu parceiro será mais profunda. Dê a si mesma a oportunidade de experimentar. Tire umas férias e experimente coisas novas. Deixe-se consentir. Você verá que a menopausa não implica de nenhuma forma deixar de aproveitar.

A menopausa não é o fim

Chegar à menopausa não implica que sua vida sexual tenha acabado. Você mesma pode estar piorando os efeitos desta etapa ao tomar as decisões erradas.

Deixe para trás as ideias pré-concebidas e consulte os especialistas para que possam lhe dar uma ideia melhor do que fazer e como.

Recomendados para você