Recomendações para os idosos durante a quarentena

23 de março de 2020
As pessoas com mais de 65 anos são mais suscetíveis às graves consequências do coronavírus. Por isso, durante a quarentena, elas devem seguir uma série de recomendações mais específicas do que o restante da população.

A pandemia do COVID-19 continua avançando, e os idosos representam um grupo de risco para os piores sintomas da doença, às vezes com consequências fatais. Portanto, essa faixa etária está entre as prioridades de atendimento. A seguir, confira algumas recomendações para os idosos durante a quarentena.

A quarentena busca achatar a curva de contágio, segundo os epidemiologistas. Isso significa reduzir a taxa de contágio do vírus para dispersá-lo ao longo do tempo. Dessa forma, cria-se uma vantagem para o sistema de saúde responder adequadamente sem ficar saturado.

O atual surto de coronavírus começou na cidade de Wuhan, na China, em dezembro de 2019. Na China, infectou mais de 80.000 pessoas, mas se espalhou pelo mundo, atingindo mais de 300.000 pessoas e provocando mais de 15.000 mortes.

Embora a taxa de mortalidade do COVID-19 esteja entre 3 e 4% – cerca de 4 pessoas morrem para cada 100 infectadas – a verdade é que, ao analisarmos os dados, os verdadeiros grupos de risco aparecem. Aqueles com mais de 65 anos sofrem com um índice de letalidade maior, e no grupo com mais de 80 anos esse número pode chegar a 15%.

Para que serve a quarentena?

indicação de quarentena pelo coronavírus, que envolve toda a população, incluindo os idosos, tem como objetivo reduzir o número de infecções. Talvez o número final de pessoas infectadas seja o mesmo sem essas medidas, mas é possível dar tempo aos sistemas de saúde para responder.

Além disso, um objetivo importante das medidas de isolamento é proteger os grupos vulneráveis. Os dados indicam que os mais afetados são aqueles com mais de 65 anos e aqueles que sofrem de doenças crônicas, bem como os imunodeprimidos.

A quarentena aparece mais como uma responsabilidade social do que como uma imposição legal dos Estados. Embora sejamos jovens e não tenhamos patologias complicadas, temos a obrigação de nos isolar para que o coronavírus não atinja nossos amigos, vizinhos, parentes e conhecidos que estão em maior risco.

Senhor idoso preocupado
Os maiores de 65 anos são um grupo de alto risco nessa pandemia.

Leia também: Os alimentos podem estar contaminados com o coronavírus?

Recomendações para os idosos durante a quarentena

As medidas indicadas para os idosos durante a quarentena são semelhantes às que a população geral deve respeitar, mas os cuidados devem ser extremos. O isolamento social aumentará as chances do idoso se afastar do COVID-19 e não entrar em contato com o vírus.

Os idosos têm que ficar dentro de casa. Eles devem evitar saídas para a rua, tanto quanto possível, e não ficar em espaços fechados. Se eles puderem evitar o supermercado designando a compra a um parente, seria o ideal.

A lavagem das mãos deve ser frequente. Se houver um fluxo de água na casa, lave bem as mãos com sabão. Nesses casos, o álcool gel não é necessário. No caso de receber visitas, o que não é recomendado, eles devem lavar as mãos na chegada e no momento da partida, assim como durante a visita, se manusearem objetos.

Como antecipamos no parágrafo anterior, as visitas devem se limitar ao essencial e, na medida do possível, devem ser evitadas enquanto a quarentena durar. As crianças são um reservatório que transmite o coronavírus, mesmo sem sintomas, de modo que os netos devem ficar longe dos seus avós por um tempo.

A questão dos medicamentos é especial. Em países onde ainda não há quarentena total, os idosos terão de estocar os remédios de que precisam por pelo menos um mês, considerando que as medidas de isolamento podem ser intensificadas. Se um parente ou conhecido puder comparecer à farmácia para os idosos, também seria o ideal.

Recomendações para os idosos durante a quarentena
Os idosos não devem receber visitantes durante a quarentena, a menos que seja essencial.

Você também pode se interessar: Sintomas do coronavírus: tudo que você precisa saber

O que os outros devem fazer pelas pessoas mais velhas?

Basicamente, os outros cidadãos devem ajudar os idosos a cumprir sua quarentena. Uma maneira é fazendo as compras de alimentos e remédios para eles. Assim, podemos evitar que eles saiam de casa.

Se tivermos familiares com mais de 65 anos, devemos incentivá-los a realizar atividades físicas e cognitivas durante a quarentena. Existem exercícios para fazer em casa e jogos mentais para ajudá-los a se manter ativos.

Se detectarmos que uma pessoa idosa tem sintomas compatíveis, porque ela nos informou ou até mesmo porque nós simplesmente os percebemos, devemos ligar para o serviço de saúde local. Lembremos que a febre, a tosse e o cansaço são a tríade inicial do coronavírus.

Esta é uma pandemia que requer um comprometimento geral. As pessoas idosas são as mais afetadas e devem ser cuidadas pelos demais.