Somente por hoje, permita que tudo flua e nada influencie

Quando você permite que tudo flua ao seu redor e não se fixa em coisas impossíveis, se dá conta de que a vida é muito mais simples. Aproveite o momento.

Somente por um dia, permita que tudo flua, deixe que o mal se vá sozinho e seja mais receptivo com o bem.

Se você nunca colocou esta estratégia de crescimento pessoal em ação, sugerimos começar o quanto antes.

flow é um estado mental que pode melhorar nossa qualidade de vida e que, além disso, nos permite canalizar muito melhor nossa energia para sermos mais produtivos.

Agora veja bem, é possível que você já tenha escutado sobre o termo fluir ou seus derivados. Muitas pessoas costumam atribuir um ar espiritual e abstrato a esta ideia, quando, na verdade, ela dispõe de uma base psicológica e científica com muita tradição.

O conceito de fluxo foi assinalado em 1975 pelo psicólogo Mihály Csíkszentmihálvi, difundindo-se para uma grande quantidade de lugares de desenvolvimento pessoal e inclusive profissional.

É interessante, relaxante e muito útil em nosso dia a dia. A seguir ensinaremos como fluir, como deixar-se levar pelo aqui e agora para ampliar a consciência, a produtividade.

Que tudo flua e que nada nos distraia

Mihály Csíkszentmihályi definiu o fluxo como um estado de harmonia onde a pessoa é capaz de centrar-se no que está fazendo.

Podemos deixar que tudo flua enquanto caminhamos, enquanto lemos, descansamos, ou mesmo enquanto trabalhamos. Trata-se somente de ser conscientes do que fazemos e desfrutar disso.

mão com borboletas

  • Os psicólogos explicam que muitos de nós colocamos em prática o que é conhecido como “mente errática”. Vamos de um pensamento a outro, pulamos de preocupação em preocupação até criar uma confusão onde ficamos presos.
  • Pouco a pouco a frustração aparece e também a infelicidade, porque nosso pensamento cai nestes abismos complexos de “se eu soubesse”, “se os demais fizessem”, “se eu pudesse”…
  • Este tipo de foco nos pensamentos impede o fluxo. Nos prende, nos segura na frustração e no mal-estar. O que geramos é energia negativa.

Fluir não é fugir, é estar presente

Para que tudo flua devemos estar conscientes de que fugir não soluciona nada. Fluir é deixar ir o que não nos serve para então avançar, mas temos que ser valentes para enfrentar o que nestes mesmos momentos nos fazem mal.

  • Também é necessário aceitar que existem coisas que não podem mudar. Não podemos fazer com que as pessoas mudem de personalidade. Tampouco podemos fazer com que alguém nos ame a força.
  • Existem aspectos que é necessário aceitarmos, e esta aceitação também faz parte do próprio fluxo.

Você é movimento, faz parte dele

Você deve ter se sentido preso em mais de uma ocasião, como se estivesse encalhado existencialmente. Este estado é muito normal no ser humano, e é necessário saber lidar com ele.

mulher-dançando

Entenda que o fluxo é, antes de tudo, movimento. Tanto é assim que a ideia de felicidade se relaciona muito com o fato de que tudo flui, de que nada nem ninguém nos prende ou detém.

Para entender melhor propomos um exemplo.

Hoje você não tem trabalho e vive uma relação afetiva muito complicada, infeliz.

Você sabe que na cidade onde mora não existem opções de trabalho, logo você se permite a dar o passo. Você se permite fluir. Torna-se mais receptivo e começa a escutar opções. Se informa, amplia os caminhos e, um belo dia, decide: fazer a mudança.

Você opta por deixar sua cidade, por deixar o relacionamento que te faz infeliz e tentar a sorte em outro lugar. Essa mudança, esse movimento, lhe traz, por sua vez, novos movimentos.

Você encontra trabalho e no trabalho conhece alguém especial. Uma pessoa que te valoriza e te ama de verdade.

Somente quando deixamos que tudo flua e que nada de ruim nos prenda, somos livres para criar nossos próprios caminhos. Tente colocar isso em prática e você verá os bons resultados que aparecerão.

Busque as experiências “ótimas”

Se você nunca ouviu falar das experiências ótimas, lhe diremos que são muito fáceis de serem identificadas. No entanto, nem sempre as colocamos em prática.

  • Uma experiência ótima é o prazer que obtemos ao fazermos algo que gostamos: um abraço, uma refeição, uma passeio, um banho, uma conversa, uma viagem…
  • Saiba que as experiências ótimas não são programadas. Muitos de nós costumamos fazer isso: “quando chegarem minhas férias descansarei”, “serei feliz quando o final de semana chegar”, “saberei o que é alegria quando tiver um bom parceiro”.
  • Lembre-se de que o melhor momento da sua vida é agora. Por isso, permita que tudo flua e que nada o prenda na preocupação ou no “hoje não posso”.

Trata-se, simplesmente, de estar presente e avançar de um modo harmônico de acordo com a consciência, com a liberdade, a integridade, e uma adequada paz interior que nos permita desfrutar do “aqui e agora”.

Recomendados para você