Menopausa saudável: conselhos para atravessar esta etapa da vida

Longe de pensar que a menopausa é o começo de uma época cinza, devemos considerá-la uma nova etapa de nossas vidas à qual devemos nos adaptar e desfrutar ao máximo.

A partir dos 40 anos (aproximadamente) as mulheres começam a experimentar certos sinais da chegada da tão famosa e temida menopausa.

Esta etapa de grandes mudanças tanto físicas quanto emocionais às vezes se transforma em um problema. Por isso, neste artigo contaremos algumas dicas para conseguir ter uma menopausa saudável e equilibrada.

É claro que é possível!

Como ter uma menopausa saudável

Ninguém pode negar que a chegada da menopausa é uma notícia difícil na vida da mulher, mesmo que desde sempre ela saiba que em algum momento “a sorte chegará”.

No entanto, isso não significa que não se possa fazer nada a respeito, muito pelo contrário. Com certos hábitos cotidianos toda mulher pode se preparar para ter uma menopausa saudável.

Leia também: 6 fatores que aceleram a chegada da menopausa

Faça exercícios

Talvez durante sua adolescência ou juventude você não tenha sido muito ativa fisicamente, mas a partir de agora terá que fazer o esforço de se exercitar, pelo menos, duas vezes por semana.

Desta maneira suas articulações, seus músculos e seu coração se manterão em bom estado de saúde.

O treinamento deverá ser adaptado às suas capacidades e necessidades.

Entre outros benefícios, os resultados que você conseguirá são:

  • Melhorar a flexibilidade
  • Favorecer a circulação
  • Otimizar a capacidade respiratória

Você pode escolher alguma atividade tranquila, como pilates ou ioga, ou simplesmente sair para caminhar no parque.

Coma frutas e verduras

coma frutas e verduras

A dose recomendada é de 5 porções por dia, já que as hortaliças contêm minerais, vitaminas e fibras muito bons para a saúde.

As frutas e as verduras aceleram o metabolismo, contêm poucas calorias e saciam o apetite. Além disso, reduzem o colesterol, servem para perder peso e irão afastá-la dos fast food.

Tente comê-las cruas e na temporada de colheita para aproveitar todos os seus nutrientes.

Mantenha seu peso

O controle do peso é necessário em qualquer etapa da vida, mas principalmente na menopausa, quando os hormônios estão jogando contra nós.

Evitar a obesidade ou o sobrepeso reduz o risco de sofrer doenças articulares, cardiovasculares e endócrinas.

Não hesite em procurar um nutricionista para que este indique a melhor dieta ou alimentação de acordo com suas necessidades, e tente não abusar de certos alimentos que só contribuem para ganhar quilos e centímetros.

Faça os exames pertinentes

exames

Você sabia que a principal causa de mortalidade durante a menopausa é doença cardiovascular? Ou que aumentam as chances de sofrer câncer de mama ou de útero, uma vez que o período menstrual se acaba?

Tantos os acompanhamentos ginecológicos quanto os exames periódicos devem ser cumpridos ao pé da letra, para descartar qualquer anormalidade.

Ir ao cardiologista e ao ginecologista é prioritário para que você possa atravessar esta etapa da melhor maneira possível, principalmente se existem antecedentes de doenças em sua família.

Um exame de sangue, uma mamografia ou um eletrocardiograma podem salvar vidas.

Largue todos os hábitos tóxicos

Você fuma? Consome muito café? É uma fanática pela comida industrializada? Recomendamos que, a partir de agora, tente modificar estes hábitos que são nocivos em qualquer idade, e durante a menopausa agravam qualquer condição.

O cigarro, a cafeína e o álcool absorvem o cálcio de que os ossos precisam para estarem fortes e saudáveis. Por isso, é bom tentar largá-los (ou reduzir seu consumo).

No caso da comida industrializada, ela está relacionada com o aumento do colesterol e à probabilidade de sofrer ataques cardíacos.

Siga uma dieta equilibrada

dieta equilibrada

Entre os alimentos que não devem faltar em sua dieta para melhorar a saúde óssea se encontram:

  • Ovos (ricos em vitamina D e fixadores de cálcio nos ossos)
  • Laticínios com teor reduzido de gordura
  • Amêndoas
  • Espinafre

Também é interessante consumir peixes azuis (atum, salmão, sardinha, entre outros) duas vezes por semana, pois são ricos em ácidos graxos ômega 3, imprescindíveis para a saúde, e proteínas.

Não se esqueça do azeite de oliva, das oleaginosas e das leguminosas.

Durma bem

As necessidades do sono mudam de acordo com a idade. No adultos a média é de 8 horas. Não dormir o suficiente prejudica tanto o sistema imunológico quanto o nervoso, além da coordenação, a concentração e o humor.

Se você tem problemas para pegar no sono procure:

  • Fixar um horário para deitar e outro para se levantar (também nos finais de semana)
  • Arrumar o quarto e a cama de acordo com a época do ano
  • Não ver televisão antes de dormir

Seja positiva

seja positiva

É verdade que, com tantas mudanças e coisas que dizem por aí, podemos pensar que a menopausa é um inimigo e um pesadelo.

Mesmo que existam algumas questões muito importantes que devemos ter em mente (como por exemplo, aceitar que teremos que fazer modificações na vida), é vital manter o bom humor e a positividade.

Uma atitude proativa e grata é a melhor postura que podemos adotar. O final do ciclo menstrual não é sinônimo de que a vida se acabou… Aprenda a aproveitar estes anos de maturidade!

Você terá o tempo e a capacidade para escolher o que gosta e deixar de lado o que lhe faz mal.

Rodeie-se de gente que a ame, mime-se, coloque-se em primeiro lugar (já que os filhos estão crescidos), e desfrute.

É momento também de ter uma vida sexual plena com seu parceiro e não se sentir mal pelos fios brancos ou pela aparição das rugas.

Recomendados para você