Recomendações para evitar o contágio por coronavírus

12 de março de 2020
A infecção por coronavírus tem alarmado o mundo todo. Embora o risco ainda seja relativamente baixo em muitos países, é importante conhecer algumas medidas para evitar o contágio.

Nas últimas semanas, o mundo esteve em alerta para os múltiplos casos de pessoas infectadas com coronavírus e, principalmente, para o desfecho fatal de muitos desses casos. Diante desse panorama, há quem se pergunte: como é possível evitar o contágio por coronavírus?

O que é o coronavírus?

Os coronavírus são uma família de vírus de origem desconhecida. Existem diferentes tipos de coronavírus. Eles podem provocar de um resfriado comum à pneumonia ou, na sua forma mais grave, insuficiência respiratória.

Em dezembro de 2019, os primeiros casos de um novo tipo de coronavírus foram detectados na cidade chinesa de Wuhan. Desde então, a disseminação de uma pessoa infectada para uma pessoa saudável fez com que o número de casos aumentasse dramaticamente.

Atualmente, existem mais de 119.000 pessoas infectadas e cerca de 4.284 mortes por esse vírus. Embora o número de pessoas em quem a presença de coronavírus foi confirmada seja muito alto, atualmente a mortalidade por esse tipo de vírus é baixa.

Você pode estar interessado: Evitar um resfriado no inverno

Quais são os sintomas da infecção por coronavírus?

Mulher espirrando
Os sintomas causados ​​pela infecção por coronavírus são semelhantes aos de um caso comum de influenza. No entanto, pode levar a complicações graves, como insuficiência respiratória.

A infecção por coronavírus geralmente provoca sintomas semelhantes aos de um quadro de gripe comum. Entre eles, podemos destacar:

  • Coriza
  • Mal-estar, incômodo geral
  • Cansaço
  • Dor muscular
  • Tosse
  • Febre e calafrios
  • Dor de garganta e dor de cabeça

A infecção pode ocorrer de forma assintomática, passando pelos sintomas gerais que foram comentados ou até mesmo causando complicações, como pneumonia ou insuficiência respiratória nos casos mais graves.

Esses casos mais graves geralmente ocorrem na população mais vulnerável. Essa população seria composta por idosos, recém-nascidos e pessoas com o sistema imunológico debilitado.

Como o vírus se espalha?

Um dos principais motivos de alarme é que o vírus pode se espalhar de pessoa para pessoa, mesmo antes de a pessoa infectada manifestar algum tipo de sintoma.

Além disso, atualmente não há um tratamento específico para curar o vírus. Também não existe vacina ou qualquer medida que garanta a proteção contra ele. Portanto, é muito importante tomar certas medidas de precaução que impedem, na medida do possível, a sua transmissão.

Você pode gostar de ler: Receita medicinal com anis para tratar resfriados

Algumas medidas para evitar o contágio por coronavírus

Pessoa lavando a mão
A higiene adequada das mãos é uma das medidas mais importantes para prevenir esta infecção.

Algumas das medidas que podem ser executadas para evitar o contágio por coronavírus, e também por outros tipos de vírus, são:

  • Evite o contato próximo com pessoas infectadas.
  • É muito importante manter a higiene adequada. Embora os cuidados de higiene em geral sejam relevantes, devemos prestar uma atenção especial à higiene das mãos.
  • Mantenha uma distância de aproximadamente um metro entre as pessoas.
  • Use máscaras seguindo as instruções específicas de cada país em locais com alta prevalência da doença.
  • Cubra o nariz e a boca com lenços de papel ao tossir.

Lavagem das mãos

A lavagem adequada das mãos provou ser uma maneira muito eficaz e barata de reduzir a transmissão de bactérias e vírus. A higiene adequada das mãos deve ser feita da seguinte maneira:

  • Molhe as mãos.
  • Aplique uma quantidade suficiente de sabão.
  • Esfregue as mãos da seguinte maneira:
    • Esfregue as palmas das mãos.
    • A palma da mão direita contra as costas da mão esquerda, entrelaçando os dedos e vice-versa.
    • Esfregue as palmas das mãos com os dedos entrelaçados.
    • Lave as costas dos dedos de uma mão contra a palma da mão oposta, mantendo os dedos juntos.
    • Lave ambos os polegares individualmente.
    • Esfregue as pontas dos dedos.
  • Lave as mãos.
  • Seque as mãos com uma  toalha de uso único ou uma toalha limpa.
  • Use a toalha para fechar a torneira.

Conclusão

Apesar de tudo que vemos e ouvimos sobre o coronavírus, é importante manter a calma e não se assustar com as notícias. A atuação do nosso sistema de saúde tem sido rápida e eficaz.

Mesmo assim, é aconselhável executar essas medidas de precaução, principalmente no caso de viagens a países com alta prevalência da infecção.

  • Van Der Hoek, L., Pyrc, K., Jebbink, M. F., Vermeulen-Oost, W., Berkhout, R. J. M., Wolthers, K. C., Wertheim-Van Dillen, P. M. E., Kaandorp, J., Spaargaren, J., & Berkhout, B. (2004). Identification of a new human coronavirus. Nature Medicine, 10(4), 368–373. https://doi.org/10.1038/nm1024
  • Qué es el coronavirus o neumonía de Wuhan y cómo se contagia. (n.d.). Retrieved February 10, 2020, from http://www.rtve.es/noticias/20200210/se-sabe-del-nuevo-coronavirus-china/1996067.shtml
  • Recomendaciones para prevenir contagios del coronavirus chino. (n.d.). Retrieved February 10, 2020, from https://www.20minutos.es/noticia/4125841/0/recomendaciones-prevenir-contagios-coronavirus-chino/