7 permissões que você deve dar a si mesmo para ser mais feliz

23 de julho de 2017
Para ser mais feliz é preciso aprender a ser otimista. Isso não consiste em não enxergar nada de ruim, e sim em saber tirar algo positivo de cada situação adversa e nos reafirmarmos como seres capazes.

Para ser mais feliz é preciso tomar decisões. Algumas não serão fáceis e não poderão ser tomadas de um dia para o outro.

É possível que você esteja acostumado a ler vários livros de autoajuda destinados a favorecer nosso crescimento pessoal, cujo objetivo é nos tornar mais aptos neste mundo complexo, onde a tristeza nos tortura, às vezes acompanhada pela sensação de desamparo.

Não é nada simples iniciar cada uma das propostas que nos explicam, que nos sugerem ou que nos detalham os grandes gurus do mundo da autoajuda ou da felicidade.

No entanto, não se esqueça nunca de que os principais ingredientes para conseguir isso são dois: constância e determinação.

Se a eles adicionamos também a motivação, conseguiremos grandes conquistas, mas o melhor é começar pelas coisas menores.

Hoje queremos explicar quais são as 7 permissões que você deve dar a si mesmo para iniciar estas pequenas revoluções cotidianas e ser mais feliz.

1. Escolher bem as pessoas com as quais se relaciona

Mulher lutando para ser mais feliz

Ficou para trás aquele tempo da nossa adolescência em que aceitávamos tudo aquilo que vinha para nós.

  • A maturidade implica, em primeiro lugar, aprender a colocar filtros, saber o que é mais conveniente e ter a valentia de dizer “não” a quem nos machuca, nos tira a paz ou nos terroriza com suas frustrações.
  • Fazer isso não é um ato de egoísmo, e sim de bem-estar pessoal e de um valor que vale a pena ser praticado todos os dias.

Agora, não se trata de ser incisivo ou de agir com uma firmeza desconsiderada. A distância de quem não nos agrada se aplica com respeito e elegância. 

2. Entender suas emoções

Às vezes é por falta de tempo e outras por não reconhecer os grandes abismos emocionais que aprisionam nossa pessoa. Entenda que, para ser mais feliz, é necessário cuidar da sua saúde emocional.

  • Assim como nos cuidamos ao não ingerir muita gordura, ir ao médico quando algo nos incomoda ou procurar uma academia para cuidar de nosso corpo… Que tal aprender a administrar as emoções negativas?
  • O medo deve ser racionalizado, a raiva canalizada, a tristeza esmiuçada para ser entendida e o mal-estar emocional se enfrenta com novos pensamentos e emoções. 

Não perca tempo e trabalhe nestas dimensões privadas.

3. Dedicar tempo a si mesmo

Mulher dedicando tempo a si mesma

Mais do que uma permissão, esta é uma obrigação.

A arte de se dedicar tempo, de mergulhar em nossos universos pessoais para nos dedicar a nossos hobbies ou, simplesmente, não fazer nada, imersos em nossos pensamentos, também é saúde.

Não se perca no ruído das obrigações, no trem das pressões externas ou na roda-gigante de fazer tudo os que os outros querem.

Coloque um freio, abra a porta e respire: dedique-se tempo de qualidade.

Descubra 5 passos simples para frear um ataque de ansiedade

4. Amar a si mesmo tanto quanto merece

Você sabe que a autoestima é o pilar do bem-estar, no entanto… de qual maneira colocaremos em prática o saudável exercício do amor próprio?

Aqui deixamos alguns exemplos para refletir.

  • Diga o que te incomoda quando acontece e não quando seja tarde.
  • Sua opinião é tão boa como a de qualquer outro.
  • Os limites dos seus sonhos são definidos por você, e não pelos outros.
  • Você tem direito de ser quem é de verdade, de se expressar com sinceridade, de ser aquela pessoa que alguns não gostam.
  • Apaixone-se primeiro por você, depois pela vida, e mais tarde por outra pessoa.

5. Aprender com seus erros

Mulher de costas

Um erro não é algo para nunca mais olhar. As falhas, os fracassos e as decepções são espelhos para olhar a nós mesmos e nos conhecermos muito melhor.

Se alimentarmos a frustração pelo fracasso, não avançaremos. O ideal é aceitar o ocorrido, entendê-lo e analisar o acontecido para aprender com ele, e caminhar com mais segurança sabendo quais coisas não devemos repetir.

Para ser mais feliz é necessário investir em autoconhecimento e, para isso, nada melhor do que conhecer nossos limites, nossos erros e superá-los.

6. Ser mais positivo para ser mais feliz

A positividade não tem nada a ver com ser pouco realista, ou alguém que se limita somente a ver a versão boa das coisas.

  • O otimismo é uma atitude que nos confere confiança em nós mesmos e naqueles que nos rodeiam.
  • O otimismo é achar aquela força interior para dizer “nada pode comigo, sou capaz de enfrentar as adversidades”.

7.  Criar sua felicidade a partir de novos pensamentos

Mulher na natureza

Os pensamentos criam emoções, e as emoções comportamentos. Logo, que tal se afiarmos um pouco mais nossos focos de pensamento?

Para sermos felizes devemos depurar as atitudes limitantes, os medos aprendidos, as percepções erradas ou nocivas e os esquemas de pensamento negativos herdados de nossa família.

Tomar consciência de tudo isso será, sem dúvidas, um grande passo para iniciar a mudança.

Se você realmente quer começar a viver de modo diferente, não duvide: pense de modo diferente.

Comece hoje mesmo a dar estas simples permissões vitais e emocionais a si mesmo em sua vida. 

Imagem principal cortesia de © wikiHow.com

Recomendados para você