7 alimentos que ajudam a proteger a zona íntima feminina

Além dos cuidados externos, existem determinados alimentos cuja ingestão pode nos ajudar a aprimorar nossa saúde íntima. No caso do iogurte, além de consumi-lo, podemos aplicá-lo de forma tópica

O cuidado da zona íntima da mulher vai mais além de usar sabonetes especiais ou ter uma rígida rotina de higiene diária.

Mesmo que estes aspectos sejam importantes, é primordial saber que existem outros hábitos que influenciam na saúde íntima.

Por exemplo, o consumo regular de alguns alimentos ajuda a proteger a flora vaginal e, por isso, são ideais para reduzir o risco de infecções.

Estes contêm probióticos, antioxidantes e outras variedades de nutrientes que, ao fortalecer as defesas, ajudam a manter a zona protegida frente aos microrganismos nocivos que podem causar doenças.

No seguinte artigo queremos compartilhar em detalhes os 7 melhores para que você considere adicioná-los em sua dieta regular.

Descubra-os!

1. Iogurte natural ajuda a proteger a zona íntima feminina

Beber iogurte ajuda a proteger a zona íntima feminina

O iogurte natural é uma fonte natural de probióticos ou bactérias saudáveis que ajudam a manter em equilíbrio o pH da zona íntima.

Seu consumo e aplicação externa ajudam a evitar as infecções por leveduras, dado que ataca e inibe o crescimento dos fungos.

Sugestões

  • Consuma um copo de iogurte natural diariamente para prevenir as infecções vaginais.
  • Em caso de infecção, esfregue um pouco de iogurte natural nas áreas externas da vagina.

Veja também: Como preparar um iogurte natural em casa facilmente?

2. Alimentos probióticos

Mesmo que o iogurte seja o probiótico mais popular, cabe mencionar que existem outras opções saudáveis que também ajudam a proteger a “zona V”.

Os alimentos fermentados, ricos em culturas vivas, protegem a flora microbiana da vagina e reduzem o risco de infecções bacterianas e por leveduras.

Os mais recomendados são:

  • O kimchi
  • O missô
  • O kéfir
  • A kombucha

Sugestões

  • Consuma fontes de probióticos pelo menos duas vezes por semana.
  • Em caso de infecção, inclua probióticos em sua alimentação para acelerar sua recuperação.

3. Alho

Comer alho ajuda a proteger a zona íntima feminina

O alho é um alimento com propriedades antibióticas e anti-inflamatórias que, se ingerido de forma regular, reduz o risco de sofrer uma ampla variedade de infecções.

Conhecido na medicina alternativa como uma base para remédios naturais, é um ingrediente que beneficia de várias formas à saúde íntima feminina.

Seus compostos antifúngicos controlam e previnem as infecções por bactérias e leveduras, enquanto que seus efeitos probióticos alimentam a flora microbiana da área.

Sugestões

  • Consuma um dente de alho em jejum.
  • Para controlar as infecções vaginais, prepare uma infusão de alho e enxague as áreas externas.

4. Vinagre de maçã

Os ácidos naturais que o vinagre de maçã contém são aproveitados desde a antiguidade como agentes para regular o pH da vagina.

Estes compostos, além de suas bactérias saudáveis, inibem a ação negativa dos fungos e reduzem os sintomas como a coceira e o avermelhamento.

Sugestões

  • Adicione uma colher de vinagre de maçã em água morna e consuma a bebida em jejum.
  • Dilua vinagre em água e lave as zonas externas para atacar os microrganismos.

Recomendamos a leitura: 5 curiosos usos do vinagre de maçã que você gostará de conhecer

5. Suco de mirtilos

O suco de mirtilos ajuda a proteger a zona íntima feminina

Rico em antioxidantes e fibras, o suco de mirtilos é uma bebida saudável que ajuda a proteger a zona vaginal e o sistema urinário.

Suas propriedades diuréticas aumentam a produção de urina e reduzem a presença de bactérias nas vias urinárias e na bexiga.

Conta com ácidos naturais que ajudam a regular o pH da zona vaginal, reduzindo a presença de microrganismos infecciosos.

Sugestões

  • Consuma um copo de suco de mirtilos ante o primeiro sintoma de infecções vaginais ou urinárias.
  • Tome pelo menos três vezes na semana, como preventivo.
  • Evite consumir apresentações comerciais, já que contêm açúcares adicionados que afetam suas propriedades.

6. Amêndoas

As amêndoas e outras variedades de frutos secos são ideais para prevenir a secura vaginal.

Contém vitamina E, um nutriente que ajuda a estimular a lubrificação natural da zona, facilitando o equilíbrio dos níveis de estrogênio.

Também traz ácidos graxos essenciais, recomendados para prevenir afecções relacionadas com a inflamação.

Sugestões

  • Consuma um copo de leite de amêndoas pelo menos três vezes por semana.
  • Coma um punhado de amêndoas quando sentir fome.
  • Inclua este alimento em suas vitaminas e saladas.

7. Abacate

Abacate ajuda a proteger a zona íntima feminina

O abacate é um fruto com muitos benefícios para a saúde da zona vaginal. Contém ácidos graxos e vitamina E, que ajudam a evitar a secura.

Seus teores de vitamina B6 e potássio ajudam a proteger as paredes vaginais, evitando o enfraquecimento das mesmas.

Sugestões

  • Consuma um pedaço de abacate por dia.
  • Inclua abacate em suas vitaminas, saladas e sopas.

Com que regularidade você consome estes alimentos? Agora que você já sabe o quão bons são para sua zona íntima, procure adicioná-los em sua alimentação diária e comprove por si mesma suas vantagens.

Recomendados para você