6 coisas que você pode fazer para prevenir a retenção de líquidos

18 de dezembro de 2017
O exercício físico é muito adequado para acabar com a retenção de líquidos, já que estimula a circulação e favorece a eliminação de resíduos e toxinas.

Saiba como prevenir a retenção de líquidos, um transtorno também conhecido como edema que ocorre quando os fluidos do organismo se acumulam nos tecidos, aumentando seu nível de inflamação.

Não se trata como tal de uma doença, mas seu surgimento recorrente pode servir como sinal para detectar problemas de maior cuidado.

Em geral, quando ocorre de forma frequente, tem a ver com mudanças hormonais bruscas, dificuldades circulatórias, ou obstruções no sistema linfático.

Apesar de a inflamação que produz ser leve, em alguns casos vem acompanhada por dor, rigidez e outros sintomas que interferem na realização das tarefas cotidianas.

Por sorte, além dos tratamentos existentes para o seu controle, existem hábitos saudáveis que, praticados de forma habitual, contribuem para preveni-la.

No seguinte espaço compartilhamos as 6 melhores formas de prevenir a retenção de líquidos para que você não hesite em transformá-las em parte do seu dia a dia.

1. Consuma água e líquidos saudáveis para prevenir a retenção de líquidos

A importância de beber água

O consumo diário de água e líquidos saudáveis é um dos remédios naturais para prevenir e tratar a retenção de líquidos e a inflamação.

Ao contrário do que muitos pensam, a água não aumenta a quantidade de fluidos acumulados mas, através do processo renal, promove sua eliminação.

Seu efeito diurético e desintoxicante apoia os processos que eliminam os rejeitos do organismo e, graças a isso, controla o edema.

Sugestões

  • Assegure-se de tomar entre 6 e 8 copos de água por dia.
  • Se tiver problemas para tomar água, opte por bebidas como os chás e os sucos de fruta naturais.

2. Durma bem

Alguns poderiam pensar que uma coisa não tem nada a ver com a outra, mas ter bons hábitos de sono influencia de forma positiva o controle e a prevenção da retenção de líquidos e dos transtornos associados.

Durante o período de descanso a circulação flui de maneira ótima e, além disso, regula a atividade do sistema linfático para remover os resíduos.

Sugestões

  • Procure dormir entre 7 e 8 horas diárias, sem interrupções.
  • Se tiver problemas de sono, trate de identificar sua causa.
  • Apoie-se no consumo de infusões e remédios naturais para dormir.

3. Limite o consumo de sal

Consumo de sal

O sal é um dos condimentos mais usados na cozinha; porém, seu consumo excessivo é uma das principais causas da acumulação de líquidos no corpo.

Os níveis altos de sódio desequilibram os eletrólitos do organismo e, por isso, influenciam nas dificuldades para remover o excesso de fluidos.

Sugestões

  • Evite adicionar muito sal aos seus pratos.
  • Ao comprar seus alimentos, verifique nas embalagens seu teor de sal.
  • Limite o consumo de produtos com muito sódio: carnes embutidas, enlatados, temperos, etc.

4. Coma mais frutas e vegetais

Os alimentos frescos e crus como as frutas e vegetais são cheios de antioxidantes, fibra, água e muitos nutrientes que previnem a inflamação.

Seu consumo regular, pelo menos 3 porções por dia, garante o bom funcionamento dos rins e estimula a eliminação dos líquidos.

Sugestões

  • Consuma frutas e vegetais crus, ricos em água.
  • Prepare mais saladas, vitaminas e sucos.

5. Adote uma rotina de exercícios

Mulher fazendo exercícios

O exercício físico é um dos hábitos mais recomendados para os pacientes com doenças relacionadas com a retenção de líquidos nos tecidos.

Os movimentos que se realizam durante as atividades estimulam a circulação e, ao mesmo tempo, apoiam os processos que eliminam os fluidos e toxinas do corpo.

Também é ideal para proteger os rins pois, dentre outras coisas, melhora a produção de urina e estimula a limpeza das vias urinárias.

Sugestões

  • Faça pelo menos 30 minutos de exercício por dia.
  • Se não estiver acostumado com o exercício, comece a fazê-lo de maneira gradual.

6. Reative sua circulação sanguínea

É inevitável que, em alguns momentos, a circulação se torne mais difícil. O excesso de atividade física, a má alimentação e as doenças podem causar uma redução da passagem do fluxo de sangue.

Se a retenção de líquidos é recorrente e difícil de tratar, é provável que, para o seu alívio, seja necessário reativar a circulação com terapias alternativas.

Sugestões

  • Faça massagens com óleos essenciais.
  • Tome duchas frias e quentes, de forma alternada.
  • Aplique compressas.
  • Levante as pernas ao chegar em casa.
  • Pratique natação.

Você tem notado suas extremidades inflamadas? Sente-se pesado e com dor? Se isso acontece com frequência, tenha em conta estas recomendações e coloque-as em prática todos os dias para prevenir a retenção de líquidos.

Recomendados para você