4 conselhos para potencializar sua fertilidade

Em algumas mulheres o processo de ovulação ocorre de forma regular, mas às vezes a qualidade do óvulo ou os espermatozoides não são o suficiente bons para resultar em uma gravidez.

Como aumentar a fertilidade? A capacidade de se reproduzir muda conforme a idade avança. O ser humano se torna fértil depois da puberdade.

As meninas iniciam o ciclo desde o momento que começam a ovular e, depois, o primeiro dia de cada menstruação.

Assim, ao chegar à menopausa diminuem as possibilidades de uma gravidez.

Se o objetivo for a planificação familiar é preciso levar em conta os dias do ciclo menstrual, início, período fértil e finalização.

Os melhores dias para transar com um bom resultado são os dias prévios e durante a ovulação. Como saber quais são esses dias? Quando o fluxo vaginal tem uma consistência elástica e uma temperatura ambiente.

Se depois de um ano mantendo relações sexuais não se consegue engravidar, é indispensável procurar um especialista.

Porém, se você for maior a 35 anos, procure depois de 6 meses para que sejam feitos os exames adequados e a causa seja determinada.

Em condições gerais, o normal é ficar grávida depois de dois meses.

Estes são alguns conselhos que servirão para incrementar seu grau de fertilidade. Confira:

Relações sexuais para potencializar sua fertilidade

Sexo aumenta a fertilidade

O principal é ter atividade sexual durante os dias férteis. Às vezes o problema de muitos casais é simplesmente que não coordenam com esses dias e acreditam ter infertilidade.

A mulher tem seu período de ovulação uma vez ao mês, mas o óvulo só vive de 24 a 48 horas.

Por isso é importante aproveitar esses dias para engravidar. Ou seja, durante um ano você tem a oportunidade de tentá-lo 12 vezes.

Coloque atenção no seguinte artigo que explicará de forma detalhada os seus dias férteis.

Eliminar as toxinas

Mulher preocupada por não engravidar

Todos os dias nos expomos a uma infinidade de toxinas, as quais diminuem a quantidade de óvulos e espermatozoides.

Portanto, é importante que tanto o homem quanto a mulher se submetam a um processo de desintoxicação para aumentar a possibilidade de gravidez.

Preste atenção:

  • Consuma alimentos de temporada, visto que os que contêm conservantes aumentam as toxinas no corpo.
  • Evite beber água diretamente da torneira porque contém rejeitos industriais, pesticidas e químicos.
  • Modere o uso dos limpadores com muitos elementos químicos, principalmente aqueles que contenham amoníaco.
  • De preferência use cosméticos orgânicos.
  • Reduza o uso do micro-ondas.
  • O café, o cigarro e o álcool são potentes inimigos da fertilidade.

Que alimentos favorecem o processo?

A alimentação influi na fertilidade

É importante fazer uma mudança em sua maneira de comer, pois há nutrientes que se encontram em certos produtos e favorecem a fertilidade.

  • Aumente o consumo de carne, frango e legumes visto que são indispensáveis para o crescimento e a regeneração dos tecidos.
  • Consuma peixes porque o ômega 3 ajuda a regular os hormônios do corpo, aumenta o fluxo vaginal e melhora a circulação no útero.
  • É indispensável comer 5 porções de vegetais ou frutas por dia. Em particular, aposte nos vegetais verdes que são ricos em vitaminas, ferro, cálcio e fibra.
  • Inclua grãos integrais e sementes (abóbora, gergelim, sementes de girassol, amêndoas, nozes). Eles contêm ômega 3, zinco, vitamina E e cálcio.
  • Troque os alimentos refinados pelos alimentos integrais (por exemplo: farinha de trigo, aveia ou arroz integral).
  • Coma gorduras boas (azeite de oliva, frutos secos, óleo de coco).
  • Suspenda o consumo de alimentos de soja, pois têm compostos que imitam o estrogênio, portanto causam um desequilíbrio hormonal.
  • Elimine os carboidratos simples de sua dieta (açúcar branca, batatas, macarrão, biscoitos ou pão branco). Eles aumentam a resistência à insulina e intervêm no processo de ovulação.

Controle o estresse

Mulher preocupada por sua fertilidade

As pessoas que apresentam problemas de ansiedade, depressão ou que se submetem a rigorosas jornadas de estresse, tendem a apresentar alterações hormonais, inclusive no caso dos homens, reduz a quantidade de espermatozoides.

Os efeitos psicológicos que podem desencadear a incapacidade de engravidar causam crises emocionais, já que as consultas médicas, o exame de sangue ou de urina, se tornam uma angústia pela espera de um bom resultado.

A paciente experimenta uma etapa de contradição, pois procura desculpas para o motivo pelo qual não consegue engravidar, ao mesmo tempo em que teme não conseguir ser mãe.

É então quando entra em um círculo vicioso, seu cérebro assume que não está pronta para ser mãe e altera o processo biológico.

Coloque duas coisas em prática: cuidar-se e relaxar!

Recomendados para você