3 emoções que devemos evitar para sermos mais felizes

29 de dezembro de 2016
Muitas das emoções que nos paralisam são impostas pelo lado externo. Trabalhe para identificá-las e para conseguir neutralizá-las e, assim, ser mais feliz consigo mesmo.

Quantas vezes você se sentiu preso a sentimentos que o paralisavam? A quantidade de emoções que devemos evitar para sermos mais felizes é infinita, e não devemos pensar que senti-las é nossa culpa.

A realidade é que o ambiente que nos rodeia tem uma grande influência na personalidade que desenvolvemos ao crescer.

família ensina certos valores que você buscará cumprir durante grande parte de sua vida. Seus amigos, por outro lado, também influenciam a opinião que você tem do que é bom ou ruim.

Isso não significa que quem o rodeia tenha más intenções. É só que nem tudo que nos foi ensinado é realmente positivo para a vida.

Analise quais emoções podem estar evitando a sua felicidade. Depois trabalhe para controlá-las.

Emoções que podem nos fazer mal

1. Culpa

culpa

Se você quer ser feliz, a primeira das emoções que deve evitar é a culpa. Sem dúvidas ela é uma das armas mais poderosas que os outros podem usar contra nós. 

Algumas pessoas farão você se sentir culpado quando não agir como desejam.

O problema é que esta emoção se fixa profundamente em sua mente e corpo, e pode ficar por ali para sempre.

Com o tempo, você se encontra agindo de acordo com que os outros esperam, somente por causa das culpas que traz na consciência há anos.

A boa notícia é que você não está condenado a viver sentindo que faz menos do que deseja. Na próxima vez em que sentir culpa, tente identificar a raiz do problema.

Você se sente culpado de verdade porque fez algo errado de acordo com sua escala de valores, ou por que alguém lhe disse que o que estava fazendo era ruim?

Quando você deixa que a culpa seja aquela que guia suas decisões e sua vida, é o momento de parar por um minuto.

Expresse seu amor e gratidão para as pessoas que ama, mas se uma delas está tentando controlá-lo através desta emoção, deixe claro que não o permitirá mais.

Não se trata de romper com seus valores, mas sim de praticar aquelas coisas que te fazem feliz. Pense que o pior erro que podemos cometer é viver a vida que os outros desejam ao invés de descobrir a nossa própria felicidade.

Veja também: 5 coisas que deveríamos deixar de nos sentirmos culpados

2. Vergonha

vergonha

É normal e saudável se sentir envergonhado quando fazemos algo que não se encaixa com os nossos valores e que consideramos ruim. Também é normal se sentir assim quando nossas decisões ou ações nos colocam em uma situação embaraçosa.

A realidade é que a vergonha pode ser um mecanismo de sobrevivência muito interessante quando nos deixa ver quais estereótipos ou paradigmas são rompidos.

No entanto, se toda vez que você sente vergonha é porque acredita que é pior do que deveria ou que tem pouco valor, aí sim temos um problema.

Pare um momento para analisar. Esta vergonha está paralisando você? Faz com que, ao invés de sair com aquela pessoa que ama, você fique em casa porque acredita ser pouco para ela? De onde vem esta sensação?

Talvez você se sinta assim porque alguém no passado lhe fez passar tanta vergonha, que tudo o que lhe vem à mente quando pensa em uma ação similar é isso.

O que agora devemos lembrar é que somos nosso próprio guia.

Isso significa que o único momento no qual devemos nos sentir envergonhados é quando nossas decisões não estão alinhadas com aquilo que consideramos correto.

Aprenda a reconhecer quando as outras pessoas lhe fazem sentir vergonha e imponha um limite. Não é ruim apreciar as opiniões alheias, sempre que você não perca de vista as suas.

3. Ressentimento

mulher com flor no peito

O ressentimento é uma emoção que aparece quando sentimos que fizemos as coisas bem, mas os outros não as valorizam ou não fizeram aquilo que esperávamos.

O problema com esta emoção é justamente que parte de algo que você está esperando. A maioria das pessoas tende a agir em função de algo que acredita estar correto, e isso pode causar um certo dano.

É importante aprender a se afastar do ressentimento. Pense que o motivo pelo qual este se instaurou em sua vida é porque você está vivendo esperando mais dos demais ou fazendo muito por eles.

Estamos certos de que você odeia esta emoção, mas ela não desaparecerá com um passe de mágica. Identifique a raiz do seu ressentimento e busque uma solução.

Em algumas ocasiões é somente uma questão de se libertar e seguir em frente. Em outras, você pode precisar de mais do que isso.

Em todo caso, faça o que considerar necessário. Desde conversar com a pessoa até chorar ou socar uma almofada.

A melhor opção para combater o ressentimento é o amor. Deixe de lado as brigas e o ódio.

Somente você escolhe se quer ser feliz ou não

Depois de falar destas três emoções que deve-se evitar para ser mais feliz, resta somente entender que a única pessoa que decide ser feliz ou infeliz é você mesmo.

Deixar que os demais opinem não é ruim, mas não permita que os outros definam como você se sente e nem como age. 

Recomendados para você